Vereador cobra garis e coveiros no grupo prioritário de vacinação

Vereador cobra garis e coveiros no grupo prioritário de vacinação

AndreaHaddad | Cidades

Anuncio

O vereador Paulo Henrique (PV) solicitou ao Executivo Municipal que seja providenciado um calendário de vacinação contra a Covid-19 específico para os coveiros e garis que estão em atividade no município.

O parlamentar pede que os profissionais sejam incluídos no grupo prioritário, uma vez que exercem atividades essenciais. A solicitação foi feita por meio de indicação, a qual já foi apresentada na sessão da última terça-feira, dia 27.

Paulo Henrique afirma que a medida se faz necessária, tendo em vista que a pandemia requer uma ampla frente de medidas de intervenção de múltiplos setores da sociedade, envolvidos tanto na manutenção do funcionamento dos serviços de saúde, nas ações de vacinação. No caso dos dois grupos estão diretamente ligados com a população em geral, sendo certo que os garis trabalham na limpeza de vias públicas, também com contato direto com fragmentos que podem estar contaminados.

Neste cenário, além dos trabalhadores de saúde já explicitamente descritos no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO), assim como Agentes de Segurança e Fiscalização, há de se ressaltar as ações de determinados segmentos, como da limpeza Urbana (Garis) e os chamados segmentos trabalhadores invisíveis (Coveiros)”, acrescentou.

A solicitação é baseada na Lei Federal n.º 13.979/2020, que determina que o poder público deve adotar medidas para preservar a saúde e a vida de todos os profissionais considerados essenciais ao controle de doenças e à manutenção da ordem pública. Além de ser uma luta para inclusão no Plano Nacional de Vacinação.

“Justifica-se por se tratar de trabalhos essenciais, à condução do carro de transporte do corpo até à sepultura, a abertura e fechamento das mesmas, como também a limpeza e conservação do cemitério. Já o gari trabalha no setor de infraestrutura do município. Suas atribuições são: a limpeza pública, desde varrimento de ruas, até a coleta de resíduos, lixo orgânico, lixo reciclável e bota-fora, limpeza das bocas de lobo, campinas e córregos, com contato direto com os munícipes”, finalizou.