Cuiabá - MT | Sábado, 23 de Outubro de 2021

TRE-MT: produtividade dos magistrados está entre as melhores do segmento em 2020, aponta dados do CNJ

TRE-MT: produtividade dos magistrados está entre as melhores do segmento em 2020, aponta dados do CNJ

A necessidade de adaptações ao trabalho remoto imposta pela Pandemia do COVID-19 não impediu que os magistrados e magistradas do TRE-MT mantivessem a excelência na prestação jurisdicional

O Relatório Justiça em Números divulgado, nesta terça-feira (28/09), pelo Conselho Nacional de Justiça, aponta que o Índice de Produtividade dos Magistrados (IPM) do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso foi em 2020, o terceiro melhor entre os TREs classificados como de médio porte e o oitavo considerando todos os TREs, mantendo excelente posição, demonstrando a agilidade dos magistrados frente aos casos julgados.

O índice de IPM é calculado pela relação entre o volume de casos baixados e o número de magistrados e magistradas que atuaram durante o ano na jurisdição.

E o bom desempenho dos magistrados do TRE-MT foi alcançado mesmo diante da elevada carga de trabalho exigido no ano de 2020. De acordo com o relatório, entre os TREs de médio porte, o de Mato Grosso apresentou a segunda maior carga de trabalho por magistrado, com o percentual de 572. Este índice é calculado pela soma dos casos novos, dos casos pendentes (inicial), dos recursos internos novos e dos recursos internos pendentes (inicial) e após, divide se pelo número de magistrados em atuação.

O TRE-MT também obteve um ótimo resultado no Índice de Atendimento à Demanda, que verifica se o Tribunal é capaz de baixar processos pelo menos em número equivalente ao quantitativo de casos novos. Neste índice, o TRE-MT apresentou o percentual de 49,6% e obteve a 4ª colocação entre as Regionais do mesmo porte.


O Índice de produtividade dos magistrados e magistradas que atuam nas zonas eleitorais de Mato Grosso foi de 259, no que se refere as fases de execução e conhecimento. Esse percentual colocou o TRE-MT no segundo lugar, entre os de médio porte.

O TRE-MT também figurou em 2020 na segunda colocação no que se refere ao tempo médio de tramitação dos processos criminais e não criminais baixados no segundo grau. O Regional de MT apresentou a média de 2 meses, ficando bem à frente de outros 22 TREs.

São 09 os tribunais eleitorais classificados pelo Conselho Nacional de Justiça como de médio, pertencentes aos estados do Maranhão, Ceará, Pernambuco, Santa Catarina, Goiás, Paraíba, Mato Grosso, Pará e Piauí.

O Justiça em Números

Principal fonte das estatísticas oficiais do Poder Judiciário, anualmente, desde 2004, o Relatório Justiça em Números divulga a realidade dos 90 órgãos do Poder Judiciário Brasileiro. O documento reúne dados orçamentários, quantitativos de pessoal e diagnóstico do desempenho da produtividade, além de indicadores e análises essenciais para subsidiar a Gestão Judiciária brasileira.

Jornalista: Andréa Martins Oliveira