Segundo episódio de “Pílulas de Cuiabania” exalta importância do siriri na cultura cuiabana

Segundo episódio de “Pílulas de Cuiabania” exalta importância do siriri na cultura cuiabana

Redação | Variedades

Anuncio

A Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, divulga nesta terça-feira (13), o segundo vídeo da série “Pílulas de Cuiabania”. Neste episódio, um pouco da história do siriri é contada por Domingas Leonor, fundadora do Flor Ribeirinha, grupo que tem levado a cultura cuiabana para competições de dança internacionais. A série é parte das ações da gestão Emanuel Pinheiro em comemoração ao aniversário de 302 anos de Cuiabá. Ao longo do mês de abril, serão lançados vídeos de momentos e símbolos que marcaram a construção da capital de Mato Grosso.

“Falar de Cuiabá e não falar de cultura é um pecado. Nossa gente é muito carismática, cheia de vida, festeira e talentosa e são muitos os artistas que temos. Para representar o Siriri temos Domingas com seu grupo Flor Ribeirinha, que tem levado a cultura cuiabana pelo mundo afora”, comentou o prefeito Emanuel Pinheiro.

Com o nome “Pílulas de Cuiabania”, a série de vídeos conta com a participação de figuras conhecidas do público. No primeiro episódio, Lioniê Vitório, ator e produtor cultural conhecido por dar vida a personagem Nico, da dupla humorística Nico e Lau, Lioniê relembrou a história da fundação de Cuiabá e busca pelo ouro ao lado de Ito Silva.

No segundo episódio, Domingas Leonor, fundadora do grupo de siriri “Flor Ribeirinha” destaca a história e força da dança na cultura cuiabana, que tem sua origem indígena e comumente executada em festas de santo.

“É inquestionável a importância cultural do siriri para Cuiabá. Com esse episódio nos lembramos da alegria dos quintais cuiabanos, cheios de vida e musicalidade e com esperança, mantemos a chama acesa de dançarmos juntos novamente”, declarou a secretária de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Jacob.

Confira o segundo episódio da série Pílulas de Cuiabania: