Saúde garante mais 100 milhões de vacinas contra a Covid-19

Saúde garante mais 100 milhões de vacinas contra a Covid-19

Redação | Destaque

Anuncio

Segundo o Governo Federal, a estimativa é de que essas doses comecem a ser entregues até março.

Nesta segunda-feira (29), o Ministério da Saúde e a Pfizer assinaram um contrato para aquisição de mais 100 milhões de doses de vacina para dar continuidade à Campanha de Vacinação contra a Covid-19 em 2022. Segundo o Governo Federal, a estimativa é de que essas doses comecem a ser entregues até março. 

O contrato prevê 100 milhões de doses, mas o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirma que esse quantitativo pode aumentar. “Nós já temos uma programação feita: 134 milhões de doses remanescentes de 2021 que ficarão para o ano de 2022, mais 100 milhões de doses com Pfizer e com a possibilidade de expansão para 50 milhões, e mais 120 milhões da AstraZeneca. Todas as vacinas com registro definitivo da Anvisa”, destacou. 

A proposta é que as doses sejam entregues de forma trimestral, sendo 20 milhões até março, mais 25 milhões até junho, outros 35 milhões até setembro e 19,9 milhões no último trimestre. 

Agora em 2021, o Governo Federal e a farmacêutica firmaram acordos para compra de 200 milhões de doses, cujas entregas devem ser finalizadas em dezembro deste ano. Dessas doses, mais de 139 milhões já foram distribuídas para todos os estados e o Distrito Federal. Segundo o ministro Queiroga, essa distribuição mostra a organização de compras e envios. “É a reafirmação do compromisso do governo Bolsonaro com o fim da pandemia da Covid-19. Somente para lembrar a vocês, esse esforço começou desde o início desta pandemia e a busca por vacinas não aconteceu de maneira atrasada”, afirmou.  

Hospital Martagão Gesteira

O contrato foi assinado pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e pela presidente da farmacêutica americana no Brasil, Marta Díez, em Salvador, na Bahia. A  assinatura ocorreu durante cerimônia realizada no auditório do Hospital Martagão Gesteira – que foi contemplado por uma portaria que amplia para R$ 2,6 milhões o valor do incentivo financeiro para o hospital, mais do que o dobro do previsto até o momento.

Desta forma, a expectativa é de que os atendimentos de média e alta complexidade no Hospital Martagão Gesteira sejam reforçados e, assim, a unidade possa oferecer melhor assistência do Sistema Único de Saúde (SUS) à população baiana. A medida pretende beneficiar diretamente quase 3 milhões de pessoas que vivem em Salvador. 

Segundo dados do hospital, mais de 80 mil pacientes passam pelo local todos os anos e cerca de 500 mil atendimentos são realizados. A unidade filantrópica foi inaugurada em 1965 e faz parte 100% do SUS. É um hospital geral especializado em procedimentos de média e alta complexidade, principalmente nas áreas de oncologia, cardiologia e neurologia.

Fonte: Brasil 61