Equipe da Secretaria da Mulher percorre estações em ação de conscientização sobre a lei ‘Parada Segura’

Equipe da Secretaria da Mulher percorre estações em ação de conscientização sobre a lei ‘Parada Segura’

AdrianeMartins | Destaque

Anuncio

A entrega de panfletos e orientações sobre a Lei 5.944/2015, acontece dentro da programação Agosto Lilás e contou com a participação da Sala da Mulher da Câmara e com a vereadora Maria Avalone

Na manhã desta quarta-feira (11), as mulheres que utilizam o transporte público foram recebidas nas estações Alencastro, Bispo e Ipiranga, por equipes da Secretaria Municipal da Mulher, pela vereadora Maria Avalone e representantes da Sala da Mulher da Câmara Municipal.

A ação visa a divulgação sobre  a Lei 5.944/2015, batizada como “Parada Segura”, que possibilita a mulher, após as 21h, optar pelo embarque ou desembarque com maior segurança já que ela poderá escolher um local de parada.

Para a Secretária da Mulher, Luciana Zamproni, esta lei é considerada um grande avanço no sentido de resguardar a segurança da mulher. Ela ainda destacou que os motoristas do transporte público receberam capacitação não apenas sobre a lei ‘Parada Segura’, mas foram orientados sobre a lei de importunação sexual.

“Com o “Agosto Lilás”, mês que referencia ações de conscientização pelo fim da violência contra a mulher, a aplicação da Lei Parada Segura deve ser reforçada em todos os terminais e estações implantadas em Cuiabá. Com apenas um gesto, podemos salvar ou perder uma vida. Com apenas um gesto, podemos livrar uma mulher de um possível estuprador”, declara.

De acordo com a vereadora, Maria Avalone, a lei permite a mulher, após as 21h, optar pelo embarque ou desembarque com maior segurança já que ela poderá escolher um local de parada. Ela explica que mesmo a lei sendo de 2015, ainda existem muitas mulheres que não conhecem seus direitos.

“A ação foi muito bem recebida pelas pessoas, que consideraram a lei de alta relevância para a segurança. Elas certamente se tornarão multiplicadoras desta informação. Nossa equipe está empenhada em levar a informação a todas as mulheres que, diariamente, usam o transporte público de Cuiabá. Queremos garantir que mais esse direito seja cumprido”, pontua.

Segundo a universitária Jéssica Matos, de 22 anos, que anda de ônibus diariamente, esta lei é de extrema importância, mas que precisa ter maior divulgação.

“Acho muito importante a Parada Segura, principalmente para quem estuda à noite e sai após as 21h, como eu. Às vezes, o ponto de ônibus é isolado e escuro e agora podemos esperar em um local mais movimentado e seguro que a linha passe. Assim podemos cobrar pelo nosso direito”, afirma.

Já a assistente administrativa, Fernanda Fernandes conhece a lei, mas até então não precisou utilizar.

“É de grande importância para nós mulheres, não precisei utilizar, mas conheço mulheres que se beneficiam desta lei’’, conta.

fonte: JULIA MILHOMEM BATISTA