Covid-19: Brasil ultrapassa marca de meio milhão de mortos

Covid-19: Brasil ultrapassa marca de meio milhão de mortos

AdrianeMartins | Destaque

Anuncio

Mais de meio milhão de brasileiros morreram em decorrência da Covid-19. Segundo o balanço divulgado na noite de sábado (19), pelo Ministério da Saúde, 500.800 vidas já foram perdidas para a pandemia. Só nas últimas 24 horas foram 2.301 mortes e 82.288 novos casos confirmados, além de outros 1,199 milhão sob acompanhamento.

A média geral é de mais de mil mortos por dia, mas o ritmo variou e subiu bastante desde o começo de 2021. No pior momento da pandemia, em abril, a média móvel semanal chegou a ficar acima de 3 mil mortos diários; nos últimos dias, voltamos a ver essa média bater a marca de 2 mil vidas por dia, o que preocupa diante da lenta evolução nos números de vacinados.

São Paulo é o estado com maior número de casos e óbitos. Até o momento foram 121.960 mortes em meio a 3.573.210 casos confirmados. Minas Gerais está em segundo lugar com 44.347 óbitos e 1.733.181 casos. A lista segue com Paraná (29.975 mortes e 1.192.93 casos), Rio Grande do Sul (30.372 em meio a 1.181.872 casos), e Bahia (23.204 mortes e 1.092.772 casos)

Com a divulgação dos números, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, lamentou as vidas perdidas, e declarou que seu trabalho é incansável para vacinar todos os brasileiros no menor tempo possível. “Me comprometi com a aceleração da vacinação em todo o território nacional. Para tanto, por meio do incremento do acesso a doses de vacinas como na maior eficácia da distribuição e aplicação dos imunizantes”, disse. 

De acordo com dados da pasta, até o momento foram enviadas a estados e municípios 115,135 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19. Desse total, foram aplicadas 85, 390 milhões de doses, sendo 61,270 milhões da primeira dose e 24,120 milhões da segunda dose. Ao todo, já estão encomendadas mais de 662 milhões de unidades de imunizantes, mais do que suficiente para vacinar toda a população com duas doses.

Diversas entidades também lamentaram a marca de mortes e se solidarizaram com as famílias das vítimas. Em nota divulgada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, ele disse que o tribunal e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) “seguem empreendendo esforços para ajudar a sociedade brasileira a mitigar os impactos desta terrível pandemia.”  Segundo ele, “é preciso relembrar a cada dia que não são apenas números. São mães, pais, filhos, irmãos. Meio milhão de pessoas que partiram e tiveram seus sonhos interrompidos.”

Fonte: Brasil 61