Ator de Hollywood é preso por aplicar golpe de R$ 1,2 bilhão

Ator de Hollywood é preso por aplicar golpe de R$ 1,2 bilhão

Redação | Variedades

Reprodução
Anuncio

Zachary J. Horwitz, mais conhecido por seu nome artístico de Zach Avery, foi preso em Los Angeles, Califórnia, nesta terça-feira acusado de ligação com um esquema de pirâmide.

Segundo o jornal “Los Angeles Times”, as autoridades locais apontam que a Ponzi de Hollywood enganou investidores em mais de US$ 227 milhões, cerca de 1,2 bilhão de reais.

De acordo com o FBI, Zach é acusado de criar acordo de licenciamento com a Netflix, HBO e outras plataformas com a intenção de garantir financiamento para sua distribuidora de filmes, a 1inMM Capital LLC.

Em alegação juramentada, um agente do FBI afirmou que Avery usou os fundos para “benefício pessoal” e para fazer pagamentos a investidores anteriores “no estilo de um esquema Ponzi clássico”. Parte do dinheiro foi usado para comprar uma casa em Beverlywood, em 2018, que hoje está à venda por US$ 6,5 milhões.

Ainda de acordo com a polícia, o ator fundou a produtora em 2013, prometendo distribuir filmes em inglês para o mercado latino-americano por meio de parcerias com a HBO e a Netflix.

Zach teria enviado aos investidores garrafas de uísque Johnny Walker Blue Label, junto com um relatório anual que dizia que a empresa havia “adquirido e distribuído com sucesso 49 filmes por meio do banner 1inMM Capital sem incorrer em uma única perda no processo”, alegando também que aproveitou a parceria para distribuir filmes para Austrália e Nova Zelândia.

“Com este crescimento, temos a capacidade de distribuir com segurança e lucratividade mais de 25 filmes adicionais por ano, criando ampla oportunidade para investimento e crescimento substancial de nossa próspera biblioteca de filmes”, dizia o relatório anual.

Os investidores recebiam promessas de um retorno de até 40% em um ano. Como os pagamentos não aconteciam, o ator inventou uma troca de e-mail com as produtoras para justificar os atrasos.

“Na realidade, nem Horwitz [Avery] nem a 1inMM Capital se envolveram em conversas por e-mail com a Netflix ou HBO, nem Horwitz [Avery] ou a 1inMM Capital jamais tiveram qualquer relação comercial com a Netflix ou HBO”, escreveu Verrastro.

Avery deixou de pagar cerca de US$ 227 milhões aos investidores. O ator também enfrenta as acusações de fraude eletrônica e compareceu ao tribunal, mas tem a possibilidade de pagar fiança para não ficar detido até o julgamento.